O Nosso método



O Método foi construído para ser um sistema Interativo, onde o aluno irá executar quatro passos, que juntos formarão uma aula completa, com duração média prevista de 90 minutos.

PRIMEIRO PASSO - O aluno entra no sistema utilizando login e senha próprios, e assiste à todo o conteúdo da aula que vai ter naquele período (o tempo estimado dessa tarefa é de 20 minutos). Clique aqui para ver uma aula de demonstração

SEGUNDO PASSO - O aluno sai do sistema e abre a apostila de exercícios, com conteúdo para ser feito exatamente sobre assuntos vistos no passo um. Essa tarefa já ocorre diretamente na ferramenta que está aprendendo, e não mais logado ao sistema (o tempo estimado dessa tarefa é de 30 minutos).

TERCEIRO PASSO - O aluno terá que fazer uma prova prática para fixar tudo que aprendeu até o momento. Chamamos este terceiro passo de Exercícios de Fixação. Essa tarefa também será executada off-line, diretamente na ferramenta que está aprendendo (o tempo estimado dessa tarefa é de 30 minutos).

QUARTO PASSO - O aluno volta ao sistema, utilizando novamente seu login e senha para executar o teste final, encerrando assim a sua aula com duração de 90 minutos (o tempo estimado dessa tarefa é de 10 minutos).


Base jurídica


Definição de Cursos Livres


Além das modalidades de ensino Fundamental, Médio, Técnico e Superior, a legislação brasileira regulamentou a categoria “Curso Livre”, que atende a população com objetivo de oferecer profissionalização rápida para diversas áreas de atuação no mercado de trabalho, ex: informática, atendimento, secretariado, webdesign, segurança, idiomas, culinária, corte & costura, estética, beleza, terapias naturais, etc. As escolas que oferecem estes tipos de cursos têm direito de emitir certificado ao aluno em conformidade com a lei nº 9394/96 e Decreto nº 2.208/97. Cooperativas e profissionais autônomos também podem ministrar tais cursos e emitir certificado. Não há um limite determinado para a carga horária, podendo variar entre algumas horas ou vários meses de duração.


Autorização e Validade de Cursos Ensino Livre


Conforme a lei nº. 9394/96, o Decreto nº. 5.154/04 e a Deliberação CEE 14/97 (Indicação CEE 14/97) citam que os cursos chamados `livres` não necessitam de prévia autorização para funcionamento nem de posterior reconhecimento do Conselho de Educação competente. A jurisprudência do Conselho Nacional de Educação tem sido no sentido de declarar-lhes a equivalência, de acordo com regras amplas e flexíveis. Os Cursos Livres à distância não dependem de registro ou autorização do MEC ou do CEE e são para fins culturais, conhecimentos e curriculares. O Art 42 da Lei nº 9.394/96 (Diretrizes e Bases da Educação Nacional) e Lei nº 11.741/08 trataram da Educação Profissional, como Educação Profissional de Nível Básico. É uma modalidade de educação não-formal de duração variável, destinada a proporcionar ao trabalhador conhecimentos que lhe permitam profissionalizar-se, qualificar-se e atualizar-se para o trabalho. Não há exigência de escolaridade anterior. Tendo referência no Decreto Federal nº 2.494/98 e Decreto nº 2.208/97. Independem de autorização dos órgãos de educação para serem oferecidos. Esses Certificados têm validade legal para diversos fins, porém não podem ser convalidados, validados ou chancelados por escolas reconhecidas pelo MEC/CAPES. A jurisprudência do Conselho Nacional de Educação tem sido no sentido de declarar-lhes a equivalência, de acordo com regras amplas e flexíveis. Cooperativas, Empresas e Profissionais Autônomos também podem ministrar tais cursos e emitir certificado.